JOGAR_ONLINE-1 Multimedia

Jogos Online


Nos últimos anos, a presença das consolas de vídeo tornaram-se cada vez mais comuns. Estas consolas apresentam funcionalidades semelhantes às de um computador, permitindo o acesso à Internet e a interação com outros jogadores de todo o mundo, seja por texto ou até conversação de voz e vídeo, tal como se jogássemos lado a lado com estes utilizadores.

A evolução dos sistemas e a presença da Internet contribuíram para a grande evolução na natureza dos videojogos que se diversificam através de computadores, consolas e dispositivos portáteis. Entre jogos individuais e jogos online com milhões de utilizadores (MMORPG), existem milhentas ofertas para todos os gostos. Jogar online pode ser, por isso, uma experiência pedagógica, mas é necessário tomar atenção a alguns aspetos, nomeadamente:

Adequação aos conteúdos e à idade

Os jogos de vídeo não são todos apropriados para todas as idades, nem para todos os públicos. Por isso, o jogador deverá estar confortável com o conteúdo do jogo, sem que este lhe provoque ansiedade, choque ou frustração. Para ajudar a escolher jogos adequados, existem sistemas como o PEGI – Pan-European Game Information que fazem a catalogação dos jogos, por adequação a faixas etárias, com base nos conteúdos que estes apresentam.

Segurança do dispositivo tecnológico

Confirme que os dispositivos que utiliza para jogar estão protegidos com firewall e sistema antivírus, quando a integração destes sistemas é possível. Muitas consolas já permitem a integração destes sistemas, resultado da preocupação com a segurança e privacidade dos jogadores.

Interações Arriscadas

Muitos jogos atuais têm associados a si comunidades online, permitindo a interação entre jogadores via chat, mensagens instantâneas, fóruns, entre outras possibilidades. Considerando que na Internet, nem toda a gente é o que aparenta, tenha o cuidado de não fornecer dados pessoais, nem de familiares. Utilize um nome de jogador (ou para a sua personagem), que não se associe em nada ao seu perfil pessoal.

Custos associados a “Jogos Gratuitos”

Na grande variedade de jogos existentes, existem os que são pagos uma única vez, os que requerem uma mensalidade, os que são gratuitos e os que são gratuitos mas requerem um pagamento para desbloquear funcionalidades ou bónus extra.
Nos últimos anos, os websites, as redes sociais e os mercados das aplicações móveis contribuíram bastante para o aparecimento deste tipo de jogos, facilitando a compra de extras associados ao jogo. É importante que o jogador não se deixe influenciar por estes facilitismos e que faça a clara diferenciação entre as aplicações totalmente gratuitas e estas.

Adição ao Jogo

Vários jogos, especialmente os que permitem experienciar o desenvolvimento de um personagem (conhecidos por RPG’s ou MMORPG’s), podem desenvolver um comportamento aditivo no utilizador. Os sintomas abaixo descritos podem ser considerados fortes indícios de uma adição, devendo ser tratados com bastante cuidado:
– Gastar tempo a mais com o jogo do que na realização de outras atividades;
– Estar sempre focado num jogo, mesmo quando não se está a jogar, e sentir que se está a perder algo por não o fazer;
– Gastar dinheiro real para comprar itens de jogo ou aumentar as suas funcionalidades;
– Ficar nervoso e/ou ansioso por não estar a jogar;
– Sonhar com o jogo de forma regular.

O Centro Internet Segura opera em Portugal desde 2007 e tem como missão a promoção da utilização segura da Internet, através dos websites de sensibilização (www.seguranet.pt) e (www.internetsegura.pt) e das Linhas de Ajuda e de denúncia de Conteúdos ilegais (Linha Alerta).
netSegura

 

Nota Lx4Kids
Final Thoughts

Overall Score 5
Readers Rating
1 votes
5