fotoCOACH Crónicas, Family Coaching

Celebrar ao ar livre


O desafio surgiu no final do ano. Embarcar na aventura da Lx4kids era o desafio para 2014. Depois de umas incursões pela blogosfera, escrever regularmente para mães e pais (madrastas e padrastos) era… um sonho tornado realidade! Mãe de 3 (12, 10 e 9 anos), com uma vida plena de aventuras, vou ensaiando na minha vida familiar aquilo que professo profissionalmente.

O início do ano, lá por casa, é repleto de aniversários. Estes momentos são excelentes oportunidades para conhecer a história passada, recordar bons momentos, aprender a pensar no outro, respeitar a vontade do aniversariante… É uma altura cheia de desafios (para todos!)

Há alguns pontos que são “regra assente”:

Quem faz anos tem o privilégio de escolher como quer que seja o seu dia (o que quer comer, fazer, com quem estar…)

Quem faz anos pode propôr como gostaria de celebrar o seu nascimento (com quem, onde, o que fazer…)

Quem faz anos tem direito a ser ultra-hiper-mimado pelo os outros, começando logo ao acordar por receber um afinado coro (meio ensonado) de presentes na mão.

Perguntar-lhes o que gostariam de fazer tem uma dupla intenção – ouvi-los genuinamente e fazê-los sonhar. Nem sempre é fácil saber o que se quer. É um exercício que faço com eles, pois acredito que quanto melhor souberem formular os seus desejos, mais facilmente os alcançarão. E tem que ser mesmo o que o seu coração disser e não o que os outros querem ouvir…

Desde que vivemos em Inglaterra e os miudos experimentaram celebrar o aniversário num jardim (com jogos organizados por mim), passou a ser recorrente o seu pedido para que a festa aconteça ao ar livre. Ora, sendo eu, agora, uma mãe sozinha, isto tem-me levantado algumas questões práticas (de organização). Tivemos que aprender (os 4) que para tornar este sonho possível, temos que pedir ajuda. Esta é mais uma forma de descobrir o valor da Amizade e da Entre-ajuda. Por isso, graças aos amigos adultos, mesmo com frio, temos conseguido ir para a rua, celebrar!!!!

Esta é uma altura de muitos afazeres pois confecionamos a maior parte do lanche que partilhamos com os amigos (incluindo bolo de aniversário). Da última vez, uma das festas aconteceu no Estádio Nacional centrada na temática do “futebol”. O bolo foi cuidadosamente decorado por eles – com espanto e orgulho, das suas mãos vi nascer um campo de futebol.

Estes são momentos bons. De partilha. De alegria. Em que descobrimos a importância de Celebrar a Vida! E lá por casa, como é? Como costumam ser as festas de aniversário?

Sandra Belo
www.familycoaching.pt